Etiquetas

, , , , ,


Donald Trump

New York Times teve acesso à minuta da reunião entre Donald Trump e os representantes russos, no passado dia 10 de maio, um dia depois do presidente norte-americano ter demitido o diretor do FBI.

No passado dia 10 de maio, um dia depois de ser anunciado o despedimento de James Comey do cargo de diretor do FBI, Donald Trump recebeu dois representantes russos na Casa Branca: o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e o embaixador da Rússia nos EUA, Sergei Kisliak.

O jornal norte-americano New York Times diz ter tido acesso ao documento que sumariza esse encontro. “Acabei de despedir o diretor do FBI. Ele era maluco, um verdadeiro maníaco”, disse Trump à delegação russo, de acordo com esse documento.

O presidente também é citado a dizer que a decisão o tinha aliviado de “uma grande pressão”. “Enfrentei uma grande pressão por causa da Rússia. Já não existe”, indicou. “Já não estou sob investigação”, acrescentou.

Esta nova revelação vem adensar as suspeitas em torno das motivações de Donald Trump, que nega ter demitido o diretor do FBI por causa das investigações a uma alegada interferência da Rússia na campanha presidencial que o tornou presidente.

Recorde-se que o diretor do FBI em funções, Andrew McCabe, afirmou perante o comité do Senado que fiscaliza as agências de informação que o despedimento de James Comey não vai impedir a continuidade da investigação às ligações entre a Rússia e a campanha presidencial de Donald Trump.

Fonte: Noticias ao Minuto