Etiquetas

, , , , ,


Lavinia Woodward

Juiz decidiu dar-lhe uma segunda oportunidade para prosseguir o sonho de ser médica-cirurgiã.

Uma estudante de medicina da Universidade de Oxford, em Inglaterra, que esfaqueou o namorado com uma faca do pão pode evitar uma pena de prisão porque isso poderia ser um entrave à sua futura carreira, afirmou o juiz esta quarta-feira, de acordo com o New York Daily News.

A aspirante a cirurgiã, Lavinia Woodward, de 24 anos, admitiu ter agredido e esfaqueado o namorado que havia conhecido no Tinder, uma aplicação de encontros online.

Foi considerada culpada pelo crime, que é por norma castigado com uma pena de prisão.

Mas o juiz do tribunal de Oxford, Ian Pringle, decidiu lembrar o seu enorme potencial enquanto futura profissional de saúde e dizer que seria um erro impedir se “esta extraordinária jovem rapariga não conseguisse realizar o seu desejo de exercer a profissão que deseja”.

“Seria uma sentença demasiado severa”, referiu.

A jovem teria estado já anteriormente em relações abusivas e esfaqueou o namorado na sequência de uma discussão. Lavinia, que vive agora em Milão, com a mãe, recebeu uma ordem de restrição e foi aconselhada a não consumir drogas e não voltar a cometer este género de agressões.

Para o advogado da jovem, “esta não é uma opção leve, é a opção de um juiz que lhe quer dar uma segunda oportunidade”.

Fonte: Noticias ao Minuto