Etiquetas

, , ,


Aaron Collis mentiu deliberadamente à polícia, prejudicando a investigação.

Aaron Collis mentiu deliberadamente à polícia, prejudicando a investigação.

O pedófilo condenado Aaron Collis explicou à imprensa porque disse à polícia britânica que tinha matado Madeleine McCann. Não era verdade, mas as suas alegações atrapalharam a investigação.

Em 2011, o jovem britânico admitiu 11 ofensas sexuais contra crianças, cometidas em 2009, dois anos depois do desaparecimento da criança na Praia da Luz.

Após sete anos de prisão, Aaron encontra-se detido num hospital psiquiátrico de segurança média. Foi lá que criou um site onde escreveu que matou Madeleine depois de a ver durante uma visita a França, em 2007.

“As razões pelas quais menti foi para servir meus próprios propósitos”, contou ao jornal local da sua terra natal, Cambridge News.

“Preferia que as pessoas me odiassem do que nada. Pelo menos é uma emoção. Quero que as pessoas me amem ou me odeiem. Não quero que as pessoas pensem que sou insignificante”.

Aaron também criou o site para tentar entrar em contacto com Kate e Gerry McCann, e para enganar deliberadamente a polícia, confessou. “Fi-lo para causar problemas à polícia porque me dava gozo. Ainda acho engraçado”.

Madeleine desapareceu de um apartamento turístico algarvio em 2007 onde dormia com os irmãos enquanto os pais jantavam com amigos. Tinha apenas três anos de idade.

Fonte: Noticias ao Minuto