Etiquetas

, , , , , ,


Skylar Neese

Skylar Neese foi esfaqueada até à morte por duas amigas em 2012, mas até agora desconheciam-se as motivações deste bárbaro homicídio.

Skylar Neese, de 16 anos, foi assassinada com 50 facadas em 2012, na cidade de Morgantown, West Virginia, pelas duas melhores amigas, Sheila Eddy e Rachel Shoaf.

Inicialmente dada como desaparecida, seis meses depois Rachel Shoaf confessou o homicídio da amiga às autoridades e indicou o descampado onde tinham escondido o corpo. As duas jovens foram condenadas, mas só agora passados cinco anos foram reveladas as motivações deste homicídio.

No programa ‘Teens Who Kill’ da CBS, que explorou este caso, ficou-se agora a saber que as duas jovens mataram Skylar por esta as ter visto a terem relações sexuais. Receando que Skylar Neese tornasse o seu caso público, decidiram matá-la. Convidaram-na para um passeio, levaram-na para o descampado e esfaquearam-na 50 vezes.

Rachel Shoaf cumpre uma pena de prisão que pode chegar aos 30 anos por homicídio em segundo grau. Já Sheila Eddy cumpre uma pena de prisão de 15 anos.

David Neese, o pai de Skylar, admitiu no programa que era menos doloroso quando a filha era dada como desaparecida. “É como um sentimento de derrota. Ao menos quando não sabíamos onde ela estava havia uma réstia de esperança, mas agora já não há. Quando elas a assassinaram, mataram-nos a nós também, é o sentimento mais triste do mundo”, confessou.

Fonte: Noticias ao Minuto