Etiquetas

, , , ,


Jorge Jesus

Derrota no dérbi causou uma profunda má disposição em Alvalade. No final houve quem sugerisse a saída de Jorge Jesus

Se as coisas já estavam quentinhas depois de o Belenenses se colocar em vantagem (1-2), o público que ontem por pouco não encheu o José Alvalade levantou-se em fúria e quase em simultâneo assim que Gonçalo Silva chutou para o 1-3 final.

O mal-estar tinha mesmo assentado arraiais no recinto leonino, num inusitado início de tarde de futebol ao mais alto nível, e os assobios ecoaram pelo estádio, com uma novidade escassa mas visível: lenços brancos.

Ouviram-se impropérios irreproduzíveis e manifestações de desagrado para com jogadores e equipa técnica numa jornada que se queria alegre e familiar.

Com a festa estragada, o Estádio José Alvalade escoou rapidamente, e quase por completo, ainda o árbitro Bruno Paixão não havia apitado para o termo do encontro, num retrato fiel da debandada das hostes verdes e brancas.

Fonte: O Jogo