Etiquetas

, , , , , ,


Dérbi sem polémicas e com valores a ter em conta

Dérbi sem polémicas e com valores a ter em conta

Num dérbi muito menos quentinho do que o de há duas semanas em Alvalade, os bês de Sporting e Benfica empataram a duas bolas esta sexta-feira em jogo da 40.ª jornada da II Liga em Alcochete.

Sem polémicas, e com uma boa arbitragem de Vasco Santos, sobressaíram os valores das formações do Sporting e do Benfica.

O Sporting B jogou apenas com o «veterano» André Geraldes e não contou com Francisco Geraldes, Matheus Pereira, Ricardo Esgaio ou Ryan Gauld que nas últimas jornadas têm dado uma «ajudinha».

E o Benfica B não contou com Rúben Dias, Diogo Gonçalves e Yuri Ribeiro, peças-chave na equipa encarnada esta época e que já nas últimas jornadas também não fizeram parte das contas de Hélder Cristóvão – por causa da Youth League e por problemas físicos.

A jogar em casa, o Sporting B foi ligeiramente melhor do que os encarnados em praticamente todo o encontro, mas o Benfica B também se conseguiu mostrar perante Emílio Peixe, selecionador de sub-20, Pedro Emanuel, treinador do Estoril, Nuno Gomes, diretor da formação do Benfica, ou de Raul José, adjunto de Jorge Jesus, que assistiram ao jogo na bancada.

Mas houve mais «ilustres» em Alcochete: Manuel Fernandes ou Otávio Machado, por exemplo.

Quanto ao jogo, não foi bem jogado do início ao fim, mas no conjunto valeu pela positiva. E o empate aceita-se. Há valores nas duas equipas e jogadores que certamente terão futuro nas equipas seniores de Sporting e Benfica.

Gelson Dala abriu o marcador do jogo aos 21 minutos, após passe de Pedro Delgado, e colocou o Sporting B em vantagem com toda a justiça. Os leões estavam por cima, já tinham tido outras oportunidades de golo e depois disso cresceram ainda mais no encontro.

Do outro lado o Benfica B tentava responder, mas sem grande sucesso e sem conseguir chegar à área dos leões. Os defesas leoninos iam aliviando as investidas de João Félix, o mais desequilibrador, a par de Jota, iam sendo controlados.

Só ao cair da primeira parte é que de facto o Benfica B chegou perto da baliza de Pedro Silva – que teve uma tarde calma – e conseguiu mesmo chegar ao golo. Erro de Escobar na esquerda, Hermes aproveitou e cruzou para Zé Gomes finalizar depois de ganhar ao guarda-redes. Pedro Empis ainda lá foi, mas a bola já estava dentro da baliza.

Na segunda parte, mais do mesmo. O Sporting B continuou melhor e passou, de novo, para a frente do marcador. Foi logo aos 64 minutos com golo de Leonardo Ruiz, que já se tinha desperdiçado algumas oportunidades na primeira parte.

Pouco depois, aos 75, foi a vez de o Benfica B empatar, com mais um golo de Zé Gomes, e selar o marcador.

Entre um golo e outro, nada de muito relevante. Algum cansaço de parte a parte, quando são já 40 jornadas de um campeonato exigente e feito para «maiores», mas valeu o bilhete.

Partilha de pontos em Alcochete e os mesmos nove pontos de diferença entre os rivais. O Benfica B já tem a manutenção mais do que garantida, enquanto o Sporting B não, mas, pelo que tem crescido nas últimas jornadas com Luís Martins, não deve passar o pouco que falta da época a sofrer.

Fonte: maisfutebol