Etiquetas

, , ,


gás natural

O Governo anunciou hoje que prolongou até final de 2020 o prazo para a extinção das tarifas transitórias de fornecimento de gás natural, pelo que os consumidores terão mais três anos para mudar para um comercializador do mercado livre.

De acordo com uma portaria hoje publicada em Diário da República, o prazo foi alargado até 31 de dezembro de 2020, ao contrário do que estava previsto inicialmente, que apontava para o final deste ano e à semelhança do que aconteceu no setor da eletricidade.

“Considerando que as motivações que justificaram a manutenção das tarifas transitórias no setor elétrico são aplicáveis, mutatis mutandis, no setor de gás natural, é aprovado um novo calendário de extinção das tarifas transitórias neste mercado, visando uma harmonização dos calendários em ambos clientes dos setores”, lê-se no texto da portaria.

Em janeiro, o Governo anunciou também que dava mais três anos aos 1,3 milhões de clientes de eletricidade, que ainda não mudaram para o mercado liberalizado, para poderem escolher um fornecedor.

Fonte: tvi24