Etiquetas

, , , , ,


Homem de 56 anos tinha sido acusado de molestar a jovem quando esta tinha oito anos de idade, mas saiu em liberdade.

Homem de 56 anos tinha sido acusado de molestar a jovem quando esta tinha oito anos de idade, mas saiu em liberdade.

O juiz Jonathan Durham Hall, do tribunal de Bradford, West Yorkshire (Inglaterra), recusou-se a deixar ir para a cadeia uma jovem de 15 anos, acusada de esfaquear com gravidade o homem que, seis anos antes, tinha sido acusado de a ter molestado. O agressor, de 56 anos, tinha sido deixado em liberdade.

A jovem, que sofrera abusos quando tinha oito anos, esfaqueou o homem no coração e foi acusada em tribunal mas o juiz disse-lhe para não pagar a multa. “Se alguém te tentar obrigar, pago-a eu mesmo”, ter-lhe-á dito na audiência, de acordo com o The Times.

“Seria uma vergonha mandar uma sobrevivente como tu para a prisão”, acrescentou o juiz.

A jovem ficou apenas com uma obrigação de dois anos num centro de reabilitação para jovens. “É evidente que este crime tem relação e foi causado apenas por causa do impacto do crime de que foste alvo quando tinhas oito anos. Espero poder ajudar-te”, sublinhou.

A procuradora-geral, Heather Gilmore, indicou à mesma publicação que tinha ficado “de rastos” quando o agressor não foi preso, seis anos antes.

Fonte: Noticias ao Minuto