Etiquetas

, , , ,


Um pássaro foi o sinal de que precisava para se sentir feliz.

Um pássaro foi o sinal de que precisava para se sentir feliz.

Marie Robinson, de 45 anos, perdeu o seu filho Jack no dia 1 de abril de 2014, vítima de um tumor cerebral. Tinha apenas quatro anos.

A semana passada, véspera do 3.º aniversário da morte do filho, foi um momento difícil de ultrapassar para a mulher de Hampshire, que terá chegado a pedir que este lhe desse um sinal de que estava bem.

“No sábado de manhã entrei no carro e disse alto: ‘Jack, dá por favor um sinal à mãe’. E disse-lhe que mais tarde iria vê-lo. Pelas 13h saí do trabalho e fui até à sua sepultura. Fiquei emocionada e sentei-me na relva”, conta a mulher ao The Mirror. E foi aí que algo especial aconteceu.

“Um pequeno pisco de peito ruivo não parava de voar à minha volta e acabou por pousar no meu pé. Não parecia nada assustado. Tirei o meu telemóvel para o filmar e ele continuou a voar sobre mim. Primeiro pousou-me na mão e depois acabou no meu ombro”, acrescenta a mulher, que ainda é mãe de três meninas e de um menino, gémeo de Jack.

A mulher acabou por partilhar o vídeo no Facebook, retratando o momento como o sinal que tanto pedira ao filho naquele dia.

O The Mirror explica que os piscos são pássaros que surgem com frequência em locais de culto como cemitérios e que são muitas vezes considerados como um símbolo de que os que partiram ainda continuam presentes.

 

Fonte: Noticias ao Minuto