Etiquetas

, , ,


Triunfo por 4-0 vale subida ao quarto lugar

Triunfo por 4-0 vale subida ao quarto lugar

O União da Madeira não deu hipóteses ao Benfica B no Seixal e venceu por 4-0, num jogo que controlou de início a fim e que, sobretudo na primeira parte, poderia ter, até, marcado mais golos. É a derrota mais pesada da época para os encarnados.

As duas equipas chegaram empatadas com 50 pontos, no sexto lugar, a este jogo, mas os madeirenses foram mais fortes e venceram com toda a justiça. São, agora, quartos, ultrapassando Santa Clara e Académica e ainda alimentando esperanças de subida, embora o atraso para o Desp. Aves seja de 11 pontos.

Kwame Nsor, segundo melhor marcador da II Liga, foi a figura maior do jogo. O avançado cedido pelo Metz marcou o terceiro e quarto do encontro (tem 16 no campeonato) e esteve em destaque em vários outros lances, como o remate ao poste logo aos 5 minutos.

O primeiro golo, porém, veio aos 21, marcado por Luís Carlos, que capitalizou um erro do guarda-redes Zlobin do Benfica. Dez minutos depois, o União fez o segundo, por Cédric, aproveitando um corte de Pedro Amaral para o local errado.

Atarantada, a equipa de Hélder Cristóvão não conseguiu reagir, pese um remate à trave, de livre, cobrado por Diogo Gonçalves. Mesmo tendo entrado melhor no segundo tempoo Benfica acabou por sofrer o terceiro. Nsor desviou de cabeça no coração da área, após centro da esquerda.

O terceiro jogo acabou com as esperanças do Benfica e decidiu, por completo, o duelo. O quarto, novamente por Nsor, num lance em que Zoblin volta a ficar mal na fotografia, deu contornos de goleada ao resultado e provou que tudo saiu mal ao Benfica esta tarde.

FICHA DE JOGO

Árbitro: Luís Máximo (Castelo Branco)

BENFICA B: Zlobin, Pedro Amaral, João Escoval, Ferro e Yuri Ribeiro; Pêpê (João Félix, 46), Dálcio, Heriberto (Romário Baldé, 67) e João Filipe (Gedson, 39); Diogo Gonçalves e Zé Gomes.

Não utilizados: Fábio Duarte, Símon Ramirez, Hélder Baldé e Florentino

Treinador: Hélder Cristóvão

U. MADEIRA: Nilson, Tiago Moreira, Kusunga, Tiago Ferreira e Ruben Lima; Nuno Viveiros (Roniel, 80), Marakis, Mica Silva (Gian Martins, 69) e Luís Carlos; NSor e Cédric

Suplentes: Tony Batista, Luís Tinoco, Jaime Simões, Luan Santos e Rodrigo Henrique

Treinador: Jorge Casquilha

Golos: Luís Carlos (21), Cédric (31), Nsor (61 e 86)

Ao intervalo: 0-2

Fonte: maisfutebol