Etiquetas

, , , ,


Extremo do Benfica foi aposta inicial bem como o lateral do FC Porto

Extremo do Benfica foi aposta inicial bem como o lateral do FC Porto

O Peru venceu esta madrugada o Uruguai por 2-1 em encontro de apuramento para o Mundial 2018.

Em Lima, capital peruana, assistiu-se a uma espécie de «clássico» antecipado. Andre Carrillo e Maxi Pereira, ambos titulares nas respetivas seleções, defrontaram-se poucos dias antes do Benfica-FC Porto para o campeonato português.

O lateral portista até foi o primeiro a rir, quando Sanchez abriu o marcador a favor dos uruguaios à passagem da meia-hora de jogo, a passe de Luis Suárez. Apesar disso, os peruanos demonstraram sempre uma boa capacidade de reação e chegaram ao empate quatro minutos depois, por intermédio de Paolo Guerrero.

Na segunda parte, e já com o vimaranense Hurtado em campo, o Peru foi capaz de operar a reviravolta no marcador. Aos 62′ Flores colocou a equipa da casa na frente pela primeira vez e confortou os milhares de adeptos nas bancadas.

Em desvantagem no marcador, Oscar Tabárez estreou Urreta no jogo, mas o avançado ex-Benfica teve um daqueles momentos para não recordar certamente. Em treze minutos, Urreta viu dois cartões amarelos e foi expulso, deixando o Uruguai reduzido a dez durante os últimos vinte minutos.

O Peru esteve sempre mais perto de fazer o terceiro, mas foi o Uruguai a causar arrepios, quando Godín acertou em cheio na barra no último lance da partida. De salientar que Coates, central do Sporting, não saiu do banco na equipa uruguaia.

Contas feitas, o Peru aproximou-se dos lugares de apuramento, ficando a quatro pontos da Argentina, primeira equipa nessa condição. Já o Uruguai caiu para terceiro, por troca com a Colômbia, e tem o Chile com os mesmos pontos, o que significa que foi um dos grandes derrotados da ronda.

Fonte: maisfutebol