Etiquetas

, , , ,


Os efeitos estimulantes da cafeína presente nas bebidas energéticas mascaram os efeitos que o álcool provoca, deixando as pessoas mais propensas a sofrer lesões.

Os efeitos estimulantes da cafeína presente nas bebidas energéticas mascaram os efeitos que o álcool provoca, deixando as pessoas mais propensas a sofrer lesões.

É muito comum em bares e discotecas que se misturem bebidas energéticas com álcool, mas esta combinação pode ser perigosa. Um estudo publicado no final do ano passado revelava que misturar bebidas energéticas com álcool é tão prejudicial para o cérebro como o consumo de cocaína, outro estudo partilhado no verão de 2016 também alertava que esta mistura aumenta a vontade de beber.

Agora, um estudo da Universidade de Victoria, no Canadá, revela que esta mistura pode ser perigosa para quem a consome, uma vez que aumenta o risco de lesões.

Segundo reporta o Indian Express, o estudo considerou como lesões não intencionais quedas, acidentes de automóvel, lutas ou outro tipo de violência física.

Audra Roemer, autora do estudo, explica: “Os efeitos estimulantes da cafeína mascaram o resultado que a maioria das pessoas obtém quando bebe. Normalmente, quando bebe álcool, cansa-se e vai para casa. As bebidas energéticas mascaram isso, então as pessoas podem subestimar o quão intoxicadas estão, acabam por ficar até mais tarde, consomem mais álcool e envolvem-se em comportamentos de risco e práticas mais perigosas de consumo de álcool.”

Fonte: Noticias ao Minuto