Etiquetas

, , , ,


benfica-aparece-no-27-o-lugar-de-estudo-da-deloitte-fc-porto-e-sporting-no-top-75

Por pretender utilizar só dados objetivos, nesta análise não são levados em conta os penaltis ou expulsões que ficaram por marcar, nem há a pretensão de catalogar como boas ou más as decisões arbitrais relevantes efetivamente tomadas, afastando essa subjetividade deste trabalho.

Para uma análise objetiva da real influência das decisões arbitrais relevantes (Expulsões e Penaltis), agregamos todas as intervenções arbitrais, classificando-as de:

  • Favoráveis – os penaltis e expulsões que uma equipa beneficia no campeonato.
  • Desfavoráveis – os penaltis e as expulsões com que o arbitro penaliza uma equipa.
Por pretender utilizar só dados objetivos, nesta análise não são levados em conta os penaltis ou expulsões que ficaram por marcar, nem há a pretensão de catalogar como boas ou más as decisões arbitrais relevantes efetivamente tomadas, afastando essa subjetividade deste trabalho.
Com base nesse critério, determinamos objetivamente os pontos acumulados antes duma expulsão e sem considerar o efeito pontual de nenhum último golo de penalti, obtemos assim os – PONTOS GANHOS SEM INFUÊNCIA ARBITRAL.
Os pontos acrescentados/perdidos após uma expulsão ou penalti decisivo são considerados PONTOS ACRESCENTADOS/PERDIDOS COM INFLUÊNCIA ARBITRAL, pois estão intimamente dependentes dessa intervenção arbitral relevante (penalti ou expulsão).
Nas últimas 7 épocas o Benfica conquistou em média 78% dos pontos disputados com todos os arbitros. Este é o rendimento médio espectável da equipa independentemente do arbitro em questão. São aceitáveis pequenas variações do rendimento da equipa com cada arbitro desde que não haja uma variação superior a 20% na % dos pontos que o clube conquiste com esse arbitro.
Sempre que determinado arbitro altere o rendimento médio de um clube em mais de 20%, então, este arbitro influência o rendimento desportivo dessa equipa, objetivamente esse arbitro não é um elemento neutro nos jogos dessa equipa. Não tem condições para merecer nova nomeação para um jogo desse clube.
No entanto existem arbitros que influenciam o rendimento do Benfica, que são os casos de:
  • Bruno Esteves, Manuel Mota, Hugo Pacheco e Nuno Almeida são árbitros que influenciam positivamente o rendimento do Benfica, pois nos 7, 6, 3 e 3 jogos respetivamente dirigidos por estes arbitros a equipa conquistou 100% dos pontos em disputa.
  • Olegário Benquerença, Pedro Proença e Jorge Sousa são árbitros que influenciam negativamente o rendimento do Benfica, pois estes árbitros obrigam o Benfica a conquistar uma percentagem muito inferior de pontos em relação ao que foi o rendimento médio geral do clube nestaas 7 épocas.
  • todos os restantes arbitros estatisticamente nos últimos 7 campeonatos não demonstram influenciar significativamente o rendimento desportivo do Benfica.
O Bruno Esteves, Marco Ferreira e o Artur Soares Dias são os árbitros com o qual o Benfica tem um saldo mais favorável de decisões arbitrais relevantes, 5 no total e o Carlos Xistra é o arbitro que tem um saldo de penaltis e expulsões mais desfavoráveis ao Benfica, (-3) no total (-1 penalti e -2 expulsões). Além do Carlos Xistra somente com o Pedro Proenca o Benfica tem um saldo desfavorável no total de decisões arbitrais tomadas pelo arbitro nos últimos 7 campeonatos.

Nesta época com os arbitros nomeados na época 2014/15 o Benfica em média conquistou 83% dos pontos em disputa nos jogos dirigidos por estes arbitros nos últimos 7 campeonatos.
Na época 2014/15 foram nomeados por 15 vezes, arbitros com os quais o Benfica teve um rendimento inferior ao rendimento médio do Benfica com todos os arbitros nos últimos 7 campeonatos. No quadro seguinte podemos ver os arbitros nomeados a cada jornada e a percentagem de pontos que o Benfica tem conquistado em média nas últimas 7 épocas com esses arbitros.

 
A vermelho estão os árbitros com os quais o Benfica conquistou em média mais de 78% dos pontos disputados nos últimos 7 campeonatos.(ARBITROS COM OS QUAIS O BENFICA MELHORA DE RENDIMENTO). 

A branco os os árbitros com os quais o Benfica conquistou em média menos de 78% dos pontos disputados nos últimos 7 campeonatos.(ARBITROS COM OS QUAIS O BENFICA DIMINUI DE RENDIMENTO). 

Fonte:  influenciaarbitral